29 junho 2016

Tudo é certo, até que mude

Se existe algo que me tira o sono com as forças armadas é a falta de planejamento. Sinto que, mesmo casada, as decisões fogem do nosso controle, sempre precisa ser aprovado ou não pela FAB.
Quando as pessoas casam, elas não se imaginam perdendo a autonomia do seu relacionamento, mas quando você pertence ou casa com alguém que pertence às FFAA, a coisa toda muda.
Existe uma frase no meio militar que diz assim: "Tudo é certo, até que mude".
Às vezes, me bate uma tristeza em ter que contar com o imprevisível. Planejar, mas sempre com um pé atrás.
Só quem tem um relacionamento com um militar, sabe o perrengue que é. Só nós sabemos o tanto que oramos e pedimos a Deus para que guarde a vida de quem tanto amamos. As barras que seguramos, muitas vezes no silêncio, por eles.
Apesar de triste pela falta de cuidado que a FAB tem por nós, esposas de militares, humanos de carne e osso, eu continuo firme na minha escolha de ter escolhido alguém que também escolheu vestir uma farda. Por trás das incertezas, da angústia no peito, da saudade dilacerante quando eles estão a tantos quilômetros de distância da gente, há também um amor impossível de ser medido. E que, por isso, espera, embora passando as noites em claro, pelo retorno de quem a gente ama.

Nos vemos em breve.

0 comentários:

Postar um comentário

Real Time Web Analytics